Utilizamos cookies de terceiros para melhorar nossos serviços. Se você continuar navegando, consideramos que aceita seu uso. Pode obter mais informação em nossa política de cookies.

Fechar

Ir para Menu Principal. Ir directamente para o conteúdo principal (Tecla de acesso S)

Fim da secção Utilitários

Você está em:

  1. RSC
  2. Pacto Global das Nações Unidas

Pacto Global das Nações Unidas

Início do conteúdo principal

Pacto Global das Nações Unidas

Em 2010, o Isolux Corsán formalizou sua adesão ao Pacto Global da ONU, somando-se assim à iniciativa de promover no Grupo o compromisso voluntário de implantar os 10 princípios que regem sua missão.

O Grupo compromete-se desde então a apresentar um relatório anual de progresso que descreve seus esforços em aplicar os Princípios firmados como parte da responsabilidade e transparência pública e de acordo com a Política de Progresso do Pacto Global.

  1. Apoiar e respeitar a proteção dos direitos humanos fundamentais reconhecidos internacionalmente dentro de sua esfera de influência.
  2. Certificar-se de que as práticas não violam os direitos humanos.
  3. Apoiar a liberdade de associação e o reconhecimento efetivo do direito à negociação coletiva.
  4. Eliminar todas as formas de trabalho forçado ou compulsório.
  5. Erradicar o trabalho infantil.
  6. Eliminar a discriminação no emprego e na ocupação.
  7. Aplicar abordagens preventivas sobre os desafios ambientais.
  8. Desenvolver iniciativas a fim de promover maior responsabilidade ambiental.
  9. Incentivar o desenvolvimento e a difusão de tecnologias ambientalmente sustentáveis.
  10. Combater a corrupção em todas as suas formas, inclusive extorsão e propina.

Resumo das atuações mais relevantes incluídas no relatório de Progresso correspondente ao exercício 2011, apresentado em 2012:

  • Renovação do compromisso do Grupo com o Pacto Global das Nações Unidas por meio de documento firmado por nosso Conselheiro Delegado.
  • Promoção de maior número de programas de treinamento.
  • Promoção de políticas de Integração da diversidade.
  • Fomento da mobilidade geográfica.
  • Desenvolvimento de ferramentas corporativas que facilitam a comunicação e a gestão global.
  • Execução de projetos com grandes desafios ambientais: construção de 1.191 km de linhas de transmissão em plena floresta amazônica, preservando os recursos naturais da área.
  • Incentivo a projetos de energias renováveis.
  • Fomento da P+D+i, com projetos em áreas chave para a sociedade atual, como o tratamento de águas residuais e a prevenção de riscos laborais.

Fim do conteúdo principal

  • Início do conteúdo